Chamada para dossiê 2022/2 - Centenário Michel Henry

2022-06-07

No dia 10 de janeiro de 2022, assinalou-se o centenário do nascimento de Michel Henry (1922-2002), filósofo e fenomenólogo franco-vietnamita que possui um espaço ímpar no pensamento contemporâneo. Neste mesmo ano completam-se 20 anos da sua morte. Naturalmente, essas datas são apenas oportunidades extrínsecas, meros recordatórios do filósofo, para que não esqueçamos a importância do seu pensamento. Neste sentido, nasceu a vontade de constituir e apresentar um dossiê dedicado ao pensamento henryano para, assim, celebrar a sua filosofia. Para podermos acompanhar o pensamento de Michel Henry, precisamos, antes de mais nada, compreender as questões e os conceitos que ele usa, e conhecer com quem M. Henry dialoga na tradição filosófica e teológica, mesmo que em alguns casos de modo velado. Teremos assim de atender à presença de Mestre Eckhart, de Descartes, Maine de Biran, Kierkegaard, Marx, Husserl e, até mesmo, a importância do cristianismo no seu percurso pensante.

Seguir a trajetória filosófica de Michel Henry implica, assim, um trabalho significativo de referências, que resulta na compreensão de um significativo corpus a fim de dar conta de suas inquietações, reflexões e análises conceituais, na sua maioria sobre a fenomenologia. As questões emergentes do pensamento henryano, nas palavras do próprio filósofo, são trabalhadas em «duplo» aspecto, resultando de uma duplicidade do fenômeno, como no exemplo do tema corpo e carne, tão trabalhado em seu pensamento filosófico.

Michel Henry desenvolveu até às extremas possibilidades a pretensão de uma fenomenologia compreendida como filosofia primeira e, neste sentido, concebeu a fenomenologia como ontologia radical que enfrenta aporias decorrentes do intento (desmesurado?) de dar conta da Vida infinita e da vida finita, noções estas que são impossíveis de esgotar através da descrição precisa da sua essência pensada. Porque a experiência humana excede sempre o que dela pensarmos e dissermos. A busca fundamental de Michel Henry é pelo fenômeno originário e puro constituído na própria vida e pela Vida.

Neste sentido, o objetivo deste Dossiê é reunir trabalhos de pesquisadores e pesquisadoras que se interessam pelos temas que afloram a partir da obra filosófica e literária de Michel Henry, que tanto peso possuem para o pensamento filosófico e teológico contemporâneos.

Prazo para submissão do artigo: 04 de outubro de 2022

Organização:

Prof. Dr. Silvestre Grzibowski (UFSM- Brasil)

Profa. Drª. Janilce Silva Praseres (UBI-Portugal)