PREGANDO NUM “MAR DE MUDANÇA”: CONTRIBUICÕES A PARTIR DO CONCEITO DE CONTEXTUALIZAÇÃO DE LESSLIE NEWBIGIN

Autores

  • Giuliano Letieri Coccaro

Palavras-chave:

Newbigin, Contextualização, Pregação, Mudanças

Resumo

A contextualização é fundamental para a pregação em qualquer ambiente cultural. Numa sociedade que está sofrendo rápidas e constantes transformações, contextualizar não é uma tarefa simples, conquanto fortemente necessária. Este artigo tem o objetivo de aplicar o conceito de contextualização de Lesslie Newbigin para a tarefa da pregação, especialmente quando exercida num ambiente de mudanças céleres e hostis às Escrituras. Newbigin entende que a contextualização sadia carrega dois componentes principais: fidelidade e relevância. Em outras palavras, o desafio da contextualização na comunicação do evangelho é tanto de uma afirmação da cultura quanto de uma rejeição dela; esse é o coração do conceito de contextualização de Lesslie Newbigin. Esse dualismo é inegociável para a pregação e traz muitas contribuições para a comunicação do evangelho no sec. 21. Por um lado, o pregador afirma a verdade das pessoas, por outro, ele rejeita as falsas crenças delas, para que, finalmente, ele as convide a substituir seus ídolos pela confiança somente em Jesus Cristo.

Downloads

Publicado

2021-06-24

Como Citar

Coccaro, G. L. . (2021). PREGANDO NUM “MAR DE MUDANÇA”: CONTRIBUICÕES A PARTIR DO CONCEITO DE CONTEXTUALIZAÇÃO DE LESSLIE NEWBIGIN. TEAR Online, 6(1), 4–26. Recuperado de http://revistas.est.edu.br/index.php/tear/article/view/532