Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • Onde disponível, os URLs para as referências foram fornecidos.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

A revista aceita textos (artigos, relatos/entrevistas e resenhas) de âmbito nacional e internacional de estudantes, professores e pesquisadores da ciência litúrgica, da teologia e de áreas afins (dentro do âmbito da área das ciências humanas e das ciências sociais aplicadas) desde que o assunto do texto esteja vinculado a um tema ou a uma preocupação da ciência litúrgica.

Os arquivos dos textos deverão ser submetidos pelo sistema online (Open Journal Systems)no portal da revista, mediante cadastro e criação de login e senha e encaminhados, preferencialmente, nas extensões DOC (Microsoft Word 2003) ou DOCX (Microsoft Word 2007) ou ainda RTF (RichTextFormat). Outros formatos de arquivo (por exemplo, PDF) não serão aceitos.

Os textos podem ser redigidos em português ou espanhol devendo primar por uma linguagem clara e fluente e obedecer às normas ortográficas vigentes no país de origem.

* Textos enviados em outros idiomas estarão sujeitos à revisão especializada, cujas despesas estarão sob encargo da autoria do texto.

Os textos (artigos) deverão ter preferencialmente um autor ou autora, permitindo artigos com até três autores (máximo). Caso houver coautoria, ao menos um autor ou autora deverá corresponder ao perfil indicado acima (ter titulação de doutorado e estar vinculado a um núcleo ou grupo de pesquisa de um programa de pós-graduação). Resenhas deverão ter obrigatoriamente apenas um autor ou autora.

Autores que encaminharem textos que utilizam características especiais (imagem, fontes gregas, hebraicas, etc.) deverão redigir uma observação em "Comentários ao Editor" no sistema de submissão e encaminhar separadamente as fontes (no formato TTF) eas imagens (em JPG, com resolução em 300 dpi) para o seguinte e-mail crl@est.edu.br indicando no assunto "REF.: Submissão de texto na ET".

Observação: Os autores deverão estar conscientes de que a utilização de determinadas imagens pode implicar ocasionalmente na busca de uma declaração ou autorização de uso das mesmas.

Os textos não deverão exceder 15 páginas (incluída a lista de referências) para artigos científicos e 4 páginas para resenhas e deverão seguir as seguintes especificações de configuração:

§  O layout de página deverá estar configurado em papel A4, com as margens superior e esquerda definidas em3cm e as margens inferior e direta em 2cm.

§  Os textos deverão utilizar fonte Arial em tamanho 12pt, com espacejamento entrelinhas de 1,5 e recuo de 1,5 cm na primeira linha nos parágrafos.

§  O conteúdo do texto deve ser dividido em tópicos e, eventualmente, subtópicos não numerados, em negrito, sem recuo de primeira linha. Os tópicos do desenvolvimento são de livre atribuição nominal do autore devem ser obrigatoriamente antecedidos pela "introdução" e seguido pelas "considerações finais" e a lista de "referências"

§  Todas as indicações de referências utilizadas no corpo do texto deverão vir em nota de rodapé no sistema autor-data de acordo com a norma NBR 10.520 da ABNT. A primeira referência à determinada obra deverá vir completa e as seguintes utilizarão o modelo SOBRENOME, ANO, PÁGINA. Não deverão ser utilizadas expressões latinas tais como idemibidemopus citatum em caso de repetição de referência. Exemplo:

 

__________________________

1 ALVES, Rubem. Variações sobre a vida e a morte ou o feitiço erótico-herético da teologia. São Paulo: Loyola, 2005. p. 36.

2 ALVES, 2005, p. 37.

3 GIORDANO, Alessandra. Contar histórias: um recurso arteterapêutico de transformação e cura. São Paulo: Artes Médicas, 2007. p. 73.

4 ALVES, 2005, p. 45.

5 GIORDANO, 2007, p. 12.

6 GIORDANO, 2007, p. 13ss.

§  Citações diretas: As citações diretas de até 3 (três) linhas deverão estar no corpo do texto entre aspas ("), acompanhando a configuração dos parágrafos. As citações diretas com mais de 3 (três) linhas deverão ser apresentadas em paragrafação especial: recuo esquerdo de 4 cm, sem recuo de primeira linha, em espacejamento entrelinhas simples, espacejamento entre parágrafos no modo "automático", fonte Arial tamanho 10pt, sem a utilização de aspas no início e no final da citação.

§  A lista de referências deverá seguir a seguinte formatação: fonte Arial tamanho 12, espacejamento entrelinhas simples, alinhamento à esquerda, espacejamento entre parágrafos no modo automático. Somente deverão ser listadas as referências que foram efetivamente indicadas no corpo do texto.

§  Tabelas, gráficos, quadros e figuras deverão seguir as orientações da NBR 6029 da ABNT. Estes elementos deverão estar inseridos no corpo do texto. As figuras também deverão ser encaminhadas separadamente por e-mail, conforme indicado acima.

§  Demais questões seguirão as especificações da ABNT.

A primeira página deve conter obrigatoriamente os seguintes itens:

§  Título em português, centralizado, em caixa alta, negrito, com fonte Arial tamanho 14pt.

§  Título em inglês, centralizado, em caixa alta, com fonte Arial tamanho 12pt.

§  Nome do(s) autor(es) no canto direito, seguido de uma nota de apresentaçãono rodapé em asterisco (*). Esta nota de apresentação deverá conter os seguintes itens: Nome completo. Titulação. Vinculação Institucional. Cidade, Estado e País de Origem. E-mail para contato.

§  Um resumo de 100 a 250 palavras, seguindo as regras gerais de apresentação dispostas na NBR 6028, da ABNT, acompanhado de três a cinco palavras-chave que representem o conteúdo do texto.

§  Tradução em língua estrangeira (inglês) do resumo (Abstract) e das respectivas palavras-chave (Keywords)

§  O resumo e as palavras-chave (assim como o abstract e as keywords) deverão ser separadas por um espaço simples da indicação de autoria e entre si e deverão utilizar espacejamento entrelinhas simples, sem recuo de primeira linha e fonte Arial tamanho 10pt.

Seções

Dossiê

Publica textos que contemplem a temática proposta pelo Conselho Editorial para cada edição. Os temas e os respectivos prazos de submissão de artigos estão previamente anunciados na página de notícias da revista.

Culto cristão como prática litúrgica

Publica artigos com reflexão a partir das práticas litúrgicas no âmbito das comunidades, centros de formação, eventos litúrgicos, entre outros. (Ex. Reflexão e pesquisa sobre a prática cúltica dominical, sobre equipes de liturgia, sobre experiências inovadoras e novas liturgias, sobre o uso de símbolos e gestos, sobre uso da música, sobre a recepção de liturgia, sobre culto, liturgia e educação, sobre enculturação litúrgica, etc).

Culto cristão, história e teologia

Publica artigos que focam temas relacionas à história e à teologia da litúrgica (Ex. História do culto, história e teologia do Batismo, da Eucaristia, do Tempo Litúrgico, do Espaço Litúrgico, dos Ofícios, da Prédica e do Sermão, dos Hinos e dos cantos litúrgicos, etc).

Culto cristão na interface com outras áreas do conhecimento

Publica artigos que tratam da relação da ciência litúrgica com outras áreas do conhecimento. (Ex. Pesquisas sobre a função antropológica e social do culto, sobre comunicação e pregação, sobre arte, estética e liturgia, sobre música e liturgia, sobre culto e espiritualidade, sobre culto, ofícios e musicoterapia, etc.)

Experiências e entrevistas

Relata experiência ou aborda através de entrevistas práticas litúrgicas inovadoras, interessantes e instigadoras para a prática e pesquisa da ciência litúrgica.

Cantos litúrgicos

Apresenta dois cantos litúrgicos novos, de preferência que representem à cultura brasileira e latino-americana (conteúdo e estilo).

Resenhas

Publica resumos e resenhas de livros na área da ciência litúrgica e do culto cristão ou ainda que apresentem temáticas afins com ambas as áreas do conhecimento (ex: fenômeno religioso, mito, rito, liturgia, estudos sobre correntes religiosas e novas tendências cúlticas, etc.).

As resenhas deverão até 4 páginas (máximo) dentro das configurações gerais definidas para artigos (layout de página e espacejamento). Além disso, as resenhas deverão apresentar um título próprio e, duas linhas abaixo, os dados da referência resenhada:

Ex:

O pensamento de Rubem Alves acerca da Religião

RubemAlves' thought on Religion

[Autoria]*

 

Resenha de: ALVES, Rubem. O Suspiro dos Oprimidos. 5. ed. São Paulo: Paulus, 2003. 180p. 

[Texto cursivo, sem divisão por tópicos]

 

Exemplos de indicação de referências:

Observação: As indicações não exemplificadas aqui seguirão as especificações propostas pela NBR 6023.

 

Livro:

MELLON, Nancy. A arte de contar histórias. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

TILLICH, Paul.Teologia da Cultura. São Paulo: Fonte Editorial, 2010.

 

Artigo:

ALCÂNTARA, Maria de Lourdes Beldi de. Cinema, Quantos Demônios!.Cultura Vozes,Petrópolis, ano 89, n.1, p. 23-31, 1995.

KLEIN, Remí. A criança e a narração. Protestantismo em Revista, São Leopoldo, v. 24, p. 42-61, jan./abr. 2011. p. 48. Disponível em: <http://www.est.edu.br/periodicos/index.php/nepp/article/viewFile/137/169>. Acesso em: 30 Out. 2011.

MATTOS, Paulo André Passos de. Entre a história, a vida e a ficção - artes do tempo. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 28, n. 2, p. 55-67, dez. 2003.

 

Capítulo de Livro:

ALVES, Rubem. Mares Pequenos - Mares Grandes (para começo de conversa). In: MORAIS, Regis de (Org.). As razões do mito. Campinas: Papirus, 1988. p. 13-21.

BARTHES, Roland. Introdução à análise estrutural da narrativa. In: BARTHES, Roland et al. Análise Estrutural da Narrativa. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 19-62.

KUHN, Thomas. Introdução: um papel para a história. In:______. A Estrutura das Revoluções Científicas. São Paulo: Perspectiva, 1975.

 

Trabalhos em eventos científicos:

BRÍGIDO, Maria Aparecida da Silveira. Depressão e Alcoolismo Feminino. In: VII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ACONSELHAMENTO E PSICOLOGIA PASTORAL, 7., 2011, São Leopoldo. Anais do VII Simpósio Internacional de Aconselhamento e Psicologia Pastoral. Organizado por Rafael Rodrigues, Joel Dumke e Karin H. K. Wondracek. São Leopoldo: EST, 2011. p.63-68.(CD-ROM)

PERFEITO, Alba Maria. Leitura e análise lingüística: Editoriais. In: CELLI - Colóquio de Estudos Linguísticos e Literários. 3, 2007, Maringá. Anais CELLI, Maringá, 2009. p. 1112-1124. Disponível em: <http://www.ple.uem.br/3celli_anais/trabalhos/estudos_linguisticos/pfd_linguisticos/005.pdf>. Acesso em: 24 set. 2011.

 

Referências não exemplificadas seguirão as normas da NBR 6023, da ABNT.

DOSSIÊ

Publica textos que contemplem a temática proposta pelo Conselho Editorial para cada edição. Os temas e os respectivos prazos de submissão de artigos estão previamente anunciados na página de notícias da revista.

CULTO CRISTÃO COMO PRÁTICA LITÚRGICA

Publica artigos com reflexão a partir das práticas litúrgicas no âmbito das comunidades, centros de formação, eventos litúrgicos, entre outros. (Ex. Reflexão e pesquisa sobre a prática cúltica dominical, sobre equipes de liturgia, sobre experiências inovadoras e novas liturgias, sobre o uso de símbolos e gestos, sobre uso da música, sobre a recepção de liturgia, sobre culto, liturgia e educação, sobre enculturação litúrgica, etc).

CULTO CRISTÃO, HISTÓRIA E TEOLOGIA

Publica artigos que focam temas relacionas à história e à teologia da litúrgica (Ex. História do culto, história e teologia do Batismo, da Eucaristia, do Tempo Litúrgico, do Espaço Litúrgico, dos Ofícios, da Prédica e do Sermão, dos Hinos e dos cantos litúrgicos, etc).

CULTO CRISTÃO NA INTERFACE COM ÁREAS DO CONHECIMENTO

Publica artigos que tratam da relação da ciência litúrgica com outras áreas do conhecimento. (Ex. Pesquisas sobre a função antropológica e social do culto, sobre comunicação e pregação, sobre arte, estética e liturgia, sobre música e liturgia, sobre culto e espiritualidade, sobre culto, ofícios e musicoterapia, etc.)

EXPERIÊNCIAS E ENTREVISTAS

Relata experiência ou aborda através de entrevistas práticas litúrgicas inovadoras, interessantes e instigadoras para a prática e pesquisa da ciência litúrgica.

CANTOS LITÚRGICOS

Apresenta dois cantos litúrgicos novos, de preferência que representem à cultura brasileira e latino-americana (conteúdo e estilo).

RESUMOS E RESENHAS

Publica resumos e resenhas de livros na área da ciência litúrgica e do culto cristão ou ainda que apresentem temáticas afins com ambas as áreas do conhecimento (ex: fenômeno religioso, mito, rito, liturgia, estudos sobre correntes religiosas e novas tendências cúlticas, etc.).

LITURGIA E HOMILÉTICA: ABORDAGEM PASTORAL E RECURSOS

Publica artigos com reflexão a partir das práticas litúrgicas no âmbito das comunidades, centros de formação, eventos litúrgicos, entre outros. Abrangendo abordagens comunitárias e práticas, além de publicar recursos litúrgicos e homiléticos. (Ex. Reflexão e pesquisa sobre a prática cúltica dominical, sobre equipes de liturgia, sobre experiências inovadoras e novas liturgias, sobre o uso de símbolos e gestos, sobre uso da música, sobre a recepção de liturgia, sobre culto, liturgia e educação, sobre enculturação litúrgica, etc).

ARTIGOS DIVERSOS

Seção para artigos na área de liturgia e teologia prática, sem relação com o dossiê.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.