COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO http://revistas.est.edu.br/index.php/genero <p>COISAS DO GÊNERO é um periódico eletrônico semestral do Núcleo de Pesquisa de Gênero e do Programa de Gênero e Religião da Faculdades EST. A revista publica pesquisas científicas, relatos de experiências, resenhas e entrevistas inéditas escritas em português e espanhol e traduzidas de outros idiomas. Enfoca a produção em Estudos de Gênero, Feministas e de Diversidade Sexual nas áreas das Ciências Humanas e Ciências Sociais. Tem caráter interdisciplinar e inclui o entrecruzamento das questões de gênero e sexualidade com outros marcadores sociais como classe social, raça e etnia, geração, deficiência. Assume como foco principal a produção no âmbito da Teologia e das disciplinas que se ocupam com o estudo das religiões.</p> <p>Este periódico está indexado no <a href="https://www.sumarios.org/revista/coisas-do-gênero">Sumários.org</a>, Google Acadêmico e no Catálogo da Biblioteca da Faculdades EST. Cadastrado no <a href="https://diadorim.ibict.br/handle/1/2422">Diadorim</a>, diretório de políticas das revistas científicas brasileiras sobre o acesso aberto aos artigos por meio de repositórios institucionais.</p> Faculdades EST pt-BR COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO 2447-2654 O preconceito dentro da comunidade LGBTQIA+ http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1625 <p>Vivemos atualmente em um período de polarização de opiniões em diversas áreas, sendo uma delas o tema da nossa pesquisa, a orientação sexual. O objetivo do estudo é descrever comportamentos e opiniões relacionadas a questões polêmicas sobre o tema de orientação sexual e o preconceito dentro da própria comunidade LGBTQIA+. Os sujeitos da amostra foram o proprietário, os trabalhadores e os frequentadores de uma boate na região metropolitana de Porto Alegre/RS. Foi utilizada como metodologia observação participante e um questionário semiestruturado. Seguiu-se um recorte das respostas dadas por um dos entrevistados na pergunta sobre o preconceito: “Não existe somente o preconceito da sociedade hétero em cima dos homossexuais, existe também o preconceito entre os homossexuais”. A partir dos relatos, observou-se que o preconceito relacionado à orientação sexual transcende os paradigmas e os estigmas de grupos heterossexuais. Ele ultrapassa também os muros de defesa estabelecidos pelo próprio público LGBTQIA+.</p> Clairton Puntel Marcus Levi Lopes Barbosa Morgana Konrath Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 6 13 Los mercaderes de la religión http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1740 <p>Este artículo busca explicar que es el fundamentalismo religioso y cómo se relaciona con los roles de género y la sexualidad normativa. También pretende exponer algunas de las estrategias de los discursos fundamentalistas que se han “mercantilizado” en los medios de comunicación y espacios de opinión pública (uso el término mercantilizado porque el “escándalo” alrededor del tema en medios de comunicación ¡vende!). Finalmente, el presente trabajo introducirá una “otra” lógica desde la cual evaluar la realidad y plantear una postura distinta ante la situación de recelo que se vive en nuestros países en relación con los derechos sexuales y reproductivos.</p> Karoline Mora Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 14 26 Entre a invisibilidade e a matripotência http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/2056 <p>Este artigo organiza leituras e vivências de África, em particular de Angola, sobre a história de resistência das mulheres no cristianismo colonial e a busca de uma teologia contextual, feminista e africana; o artigo tem caráter introdutório fruto do período inicial de convivência e aprendizagem da autora em Angola.</p> Nancy Cardoso Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 27 44 Expediente http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/2077 Daniéli Busanello Krob Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 1 2 Apresentação http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/2078 <p>Apresentação do volume 8, número 1, da Revista Coisas do Gênero.</p> Daniéli Busanello Krob Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 3 5 Horizontes promissores http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1915 <p>A fotografia que produzi remete à luta das mulheres negras do nosso país. A mulher retratada no painel é M˜ãe Bia (Beatriz Gonçalves Pereira), de Porto Alegre, mãe de santo e guerreira inspiradora da luta das mulheres negras.</p> Edla Eggert Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 118 119 Mídia e construção da identidade da mulher com câncer http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1630 <p>Neste artigo, procuramos abordar como a mídia pode influenciar na construção da identidade da mulher com câncer, trazendo reflexões para que possamos quebrar paradigmas. Abordaremos, no primeiro momento, a questão da identidade como escolha à medida que as circunstâncias da vida mudam, e a cultura da mídia como atividade em que as pessoas criam sociedades e identidades. Depois discutiremos sobre a sociedade da beleza, os padrões que nos são impostos e os sofrimentos que esta sociedade pode causar às mulheres com câncer. E para finalizar, como a mídia pode influenciar na construção da identidade da paciente com câncer ao criar padrões mais humanizados, como também na preparação para a morte, ao promover reflexões sobre a finitude da vida.</p> Clarissa Peres Sanchez Júlio Cézar Adam Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 45 56 Débora, profetisa e juíza em Israel http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1309 <p>Este artigo é uma hermenêutica sobre Débora, juíza e profetisa de Israel, cuja história de vida e de trabalho está descrita em Juízes 4 e 5. Foi analisado o contexto do livro de Juízes, como era a vida da mulher no Antigo Testamento (patriarcado) e o exemplo da história de Débora que pode ajudar na valorização das mulheres cristãs na atualidade.</p> Denise Santana Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 57 71 O (in)existencialismo feminino em Sartre http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1647 <p>O presente artigo propõe uma elucidação para a ausência da figura feminina no existencialismo sartriano a partir da comparação de duas obras literárias existencialistas do século XX: <em>A náusea,</em> de Jean-Paul Sartre e <em>A mulher desiludida,</em> de Simone de Beauvoir. Partindo de uma análise bibliográfica acerca das relações de gênero, da Antiguidade Clássica à Idade Contemporânea, considera-se que o existencialismo se dá de forma distinta entre as personagens masculina e feminina, e que a raiz dessa diferenciação pode ser observada no decorrer do processo histórico. Conclui-se que ao conceber a liberdade de forma genérica, Jean-Paul Sartre negligencia a alteridade dos indivíduos.</p> Guilherme Matheus Veiga Guilherme Prado Roitberg Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 72 86 Mujeres y árboles http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1737 <p>Estas páginas tienen como propósito invitar al diálogo sobre la superación de las violencias contra los bosques y contra las mujeres, entendiendo que ambas tienen raíces comunes: el patriarcalismo y el antropocentrismo de los cuales se alimenta la cultura dominante. Desde la consulta a las religiones y espiritualidades se busca identificar aportes para una pedagogía que contribuya a revertir las diferentes formas de violencia que amenazan la vida del planeta y perpetúan la inequidad de género.</p> José Mario Méndez Méndez Claudia Battestin Dupont Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 87 100 Mulheres budistas como líderes e professoras http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1653 <p>Nascido há mais de 2.500 anos, o budismo representou em sua época uma quebra de paradigmas rompendo questões de classe e gênero, igualando a todxs. Contudo, com o passar dos séculos, as culturas patriarcais no qual ele se desenvolveu reverteram algumas destas conquistas. Com o propósito de apresentar tal realidade, a feminista budista Rita Gross, em 2005, escreveu “Mulheres budistas como líderes e professoras”. O propósito do presente artigo é analisar a situação das mulheres no budismo no Brasil, passados dezoito anos da publicação do artigo dela. A questão a ser respondida é: As mulheres no Brasil estão se tornando líderes e professoras? Para que isso fosse possível, foi realizado levantamento junto os sítios de internet dos principais mosteiros, escolas e locais de prática de <em>dharma</em> no país. Consideramos que as mulheres ocupam tal posição (líderes e professoras) quando são reconhecidas como tal pelas comunidades as quais pertencem.</p> Nirvana de Oliveira Moraes Galvão de França Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 101 112 Saquen sus rosarios de nuestros ovarios http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1702 <p>"Saquen sus rosarios de nuestros ovarios" es una serie de arte collage digital, que busca exponer la lucha por el derecho a decidir en América Latina, y la relevancia de evitar la intervención de los Estados y la iglesias en el ejercicio de los derechos sexuales y reproductivos de las mujeres y cuerpos feminizados.</p> Natalia Serrano Álvarez Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 120 122 La bendición de Edith http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1741 <p>El cómic busca retratar algunos de los hechos ocurridos en la campaña electoral del 2018 en costa Rica, cuando el candidato de un partido evangélico fundamentalista está cercano a ganar las votaciones a la presidencia de la República. &nbsp;</p> <p>Aunque los personajes principales del cómic son ficticios, son reales las situaciones de violencia y los hechos que se narran a nivel político electoral.</p> Olman Bolaños Vargas Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 123 130 Predestinada http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1701 <p>Poema que refleja la representación social a la que se ve sometida la mujer, independientemente de su orígen, raza o religión.</p> Yessica Lázara León Reyes Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 130 130 Mulher, pra quê religião? http://revistas.est.edu.br/index.php/genero/article/view/1665 <p>Resenha: ROSAS, Nina. <strong>Mulher, pra quê religião?</strong> Uma crítica aos conselhos conservadores da pastora Ana Paula Valadão. [s.l.]: [s.n.], 2020. </p> Tatiana Bezerra de Oliveira Lopes Copyright (c) 2022 COISAS DO GÊNERO: REVISTA DE ESTUDOS FEMINISTAS EM TEOLOGIA E RELIGIÃO https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-11-18 2022-11-18 8 1 113 117