E VIVIAM TODOS EM COMUNHÃO... MAS NEM TANTO:

MEMÓRIAS SOBRE COMUNHÃO NA ASSEMBLEIA DE DEUS NO PERÍODO DE SUA IMPLANTAÇÃO EM UM QUILOMBO AMAZÔNICO

Autores

  • Alef Monteiro Universidade de São Paulo (USP)

Palavras-chave:

Comunhão, História, Memória, Assembleia de Deus, Quilombo

Resumo

O artigo sintetiza parte da pesquisa de mestrado realizada junto a uma congregação da Assembleia de Deus no Quilombo São Pedro, município de Castanhal, Pará, Brasil. O objetivo é descrever, panoramicamente, as memórias sobre a comunhão da igreja durante sua implantação na comunidade (1961-1991) e tecer algumas observações historiográficas sobre a memorização do momento histórico em questão. Para tanto, utilizou-se dados etnográficos oriundos dos registros de diário de campo, tais como conversas informais com moradores e moradoras a respeito do assunto, assim como entrevistas semiestruturadas realizadas com seis pessoas envolvidas na fundação da igreja. Os dados revelam que dois tipos de versões se destacam: uma heroica/celebrativa e outra obscena. As versões coexistem e aparecem em espaços e momentos específicos do convívio social.

Downloads

Publicado

11/16/2022

Como Citar

Monteiro, A. (2022). E VIVIAM TODOS EM COMUNHÃO. MAS NEM TANTO:: MEMÓRIAS SOBRE COMUNHÃO NA ASSEMBLEIA DE DEUS NO PERÍODO DE SUA IMPLANTAÇÃO EM UM QUILOMBO AMAZÔNICO. Identidade!, 27(1), 155–178. Recuperado de http://revistas.est.edu.br/index.php/Identidade/article/view/2070

Edição

Seção

RELIGIÃO, IDENTIDADE E HISTÓRIA

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.