http://revistas.est.edu.br/index.php/ET/issue/feed Estudos Teológicos 2024-03-28T11:44:04+00:00 Estudos Teológicos estudosteologicos@est.edu.br Open Journal Systems <div id="journalDescription"> <p><strong>Estudos Teológicos </strong>é um periódico semestral do Programa de Pós-Graduação em Teologia da Faculdades EST publicada nos formatos impresso e eletrônico. A revista publica textos inéditos e revistos em português, espanhol, alemão e inglês de pesquisadores/as nacionais e estrangeiros/as na área de Teologia ou Ciências da Religião, eventualmente em interface com outras áreas do saber no âmbito das Ciências Humanas e Ciências Sociais Aplicadas, atuando como um canal de socialização do conhecimento teológico e de pesquisas que apresentem temas relevantes à teologia e à religião.</p> <p><strong>Qualis (2017-2020): A3</strong></p> <p><strong> ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)</strong></p> <p>A partir de 2024, a revista Estudos Teológicos adotou o formato de publicação em fluxo contínuo. Agora, os artigos são publicados assim que são aprovados e revisados através do processo de Double Blind Review. Com isso, os rigorosos critérios de avaliação e editoração são mantidos intactos, mas a mudança proporciona uma maior rapidez na divulgação dos artigos e dossiês já aprovados, garantindo uma disseminação ágil do conhecimento teológico.</p> </div> http://revistas.est.edu.br/index.php/ET/article/view/2922 A mais pura florzinha do campo: Imagens de Maria em canções nativistas gaúchas 2024-03-28T11:44:04+00:00 Renato Machado renatoferreiramachado@gmail.com <p>O artigo tem por objetivo contribuir para a compreensão e reconhecimento de um processo de inculturação cristã, historicamente estabelecido na interlocução com as características próprias de cada povo, reconhecendo-se nesse mesmo povo um locus teológico firmado em sua caminhada na busca por um sentido último para sua existência sobre a terra. Para tanto, assumimos a tarefa teológica da decodificação do campo simbólico religioso em produções artísticas e culturais, analisando um conjunto de canções regionalistas do Rio Grande do Sul. Como recorte mais específico, este estudo discute a forma como a figura de Maria é abordada nas canções escolhidas e quais diálogos teológico-culturais são possíveis entrever nessas produções. Para tanto, discutimos brevemente a origem e as características do gaúcho como tipo humano da região pampeana e apresentamos a cena musical do ciclo dos festivais nativistas do Rio Grande do Sul, contextualizando, com isso, as canções analisadas. No exame das canções, discutimos o conteúdo das letras à luz do catolicismo popular e da teologia latino-americana, buscando nas correlações entre religião e cultura a compreensão das grandes buscas existenciais humanas naquele contexto.</p> 2024-03-28T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2024 http://revistas.est.edu.br/index.php/ET/article/view/2907 Editorial 2024-03-04T14:56:55+00:00 Júlio Cézar Adam estudosteologicos@est.edu.br 2024-03-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2024 Estudos Teológicos http://revistas.est.edu.br/index.php/ET/article/view/2908 Transformações do luteranismo 2024-03-04T15:11:23+00:00 Alexander Deeg estudosteologicos@est.edu.br Júlio Cézar Adam julio3@est.edu.br <p>O artigo faz parte de um projeto de pesquisa teuto-brasileiro que questiona se (ainda) é possível falar de uma <em>identidade litúrgica luterana</em>. O contexto na Alemanha e no Brasil é diferente: a situação alemã se caracteriza por um secularismo crescente e por exigências explícitas e implícitas de superar o confessionalismo intraprotestante. No Brasil a ideia de ser “luterano” ganha apoio especialmente em contraposição à influência crescente de movimentos evangélicos. Discutindo exemplos históricos e atuais de desdobramentos litúrgicos luteranos, o artigo propõe uma perspectiva que descreve a identidade litúrgica luterana <em>em</em> sua dinâmica de transformação e a identifica normativamente <em>com</em> uma dinâmica de transformação.</p> 2024-03-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2024 http://revistas.est.edu.br/index.php/ET/article/view/2909 "The danger of a Single Story" 2024-03-04T15:55:30+00:00 Claudia Jahnel estudosteologicos@est.edu.br <p class="ParagrafoET" style="text-indent: 0cm; line-height: normal;">Este artigo examina o potencial transformador do culto em face das tensões epistemológicas existentes dentro da liturgia luterana e chega à conclusão de que o culto luterano precisa questionar seus costumeiros padrões de pensamento ocidentais. Ao fazer isso, a contribuição menciona três desafios: a diversidade epistemológica, a plurivocidade do Espírito e o conhecimento corporal de Deus. Ela propõe um culto mais inclusivo, que reconheça sistemas alternativos de conhecimento, inclua as diversas formas de atuação do Espírito Santo e promova uma compreensão corporificada da fé. A autora se confronta com críticas pós-estruturalistas e pós-coloniais e conclama as pessoas luteranas a se desvincularem de uma narrativa unidimensional e fazerem com que o culto se torne um espaço para a diversidade epistêmica e a relacionalidade. A conclusão sublinha a necessidade de constante reflexão autocrítica e abertura para formas diversificadas do culto e desafia as pessoas responsáveis a possibilitar experiências transformadoras dentro da liturgia luterana.</p> 2024-03-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2024 http://revistas.est.edu.br/index.php/ET/article/view/2910 Lutero, liturgia, identidades 2024-03-04T16:05:34+00:00 Dirk G. Lange estudosteologicos@est.edu.br <p class="ParagrafoET" style="text-indent: 0cm; line-height: normal;">Este ensaio explora o potencial transformador da liturgia luterana através de um exame das dimensões teológica e prática do sacramento do altar. Enfocando o conceito de presença real, o autor sustenta que, embora a doutrina possa ser causadora de divisões, sua experiência vivida na liturgia pode ser reconciliadora. Ao enfatizar os aspectos comunitário e encarnacional do sacramento, o artigo sustenta que a liturgia luterana, enraizada na justaposição de palavra e sacramento, desafia as pessoas crentes a se envolverem em uma jornada contínua de transformação e comunhão com os corpos ausentes e sofridos no mundo. A dinâmica da presença real que se encontra no sacramento serve como fonte profunda de redefinição da identidade, urgindo as comunidades de fé a reconsiderarem suas práticas ritualizadas e adotarem uma celebração mais inclusiva e transformadora.</p> 2024-03-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2024 http://revistas.est.edu.br/index.php/ET/article/view/2911 Da comunidade de fé à religiosidade politizada 2024-03-04T16:15:42+00:00 Emil A. Sobottka estudosteologicos@est.edu.br <p class="ParagrafoET" style="text-indent: 0cm; line-height: normal;">A vivência religiosa das pessoas no Brasil passa por transformações aceleradas há algumas décadas. O catolicismo romano deixou de ser oficial há quase um século e meio, e o país teve muitas de suas constelações sociais tradicionais desafiadas por processos de modernização. A consequência, no entanto, não foi a secularização da esfera pública nem o abandono massivo do cultivo de fé, mas a pluralização das formas de vivê-la, das fontes de onde alimentá-la e dos objetivos a alcançar com ela. As pessoas, majoritariamente, passaram a comprometer-se menos com organizações e doutrinas religiosas, assumindo para si uma autonomia de seleção diversificada e individualizada de elementos religiosos que satisfaçam a seus desejos e necessidades espirituais e mesmo materiais, substituindo o vínculo com uma comunidade de fé pela vivência de uma religiosidade particular e específica. Em número crescente, elas vêm se agregando mais pela afinidade e militância política fundamentada religiosamente do que por tradições, ética ou esperanças informadas por uma religião. O texto busca contribuir para o entendimento dessa transformação.</p> 2024-03-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2024 http://revistas.est.edu.br/index.php/ET/article/view/2912 Mudanças do culto luterano na Alemanha 2024-03-04T19:11:36+00:00 Daniel Hörsch estudosteologicos@est.edu.br <p>Esta contribuição analisa as mudanças do culto luterano na Alemanha a partir de dados empíricos, especialmente do sexto levantamento de membros da igreja de 2023. Após examinar primeiramente a diversidade de formas de culto acentuada por Lutero, expõem-se os mais recentes desdobramentos da prática do culto, bem como as repercussões da pandemia do coronavírus sobre o comportamento relativo ao culto com base em levantamentos empíricos. Conclui-se com reflexões sobre o papel da comunidade do culto em face da diminuição do número de membros da igreja.</p> 2024-03-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2024 http://revistas.est.edu.br/index.php/ET/article/view/2913 Olhando para a frente 2024-03-04T19:39:27+00:00 Christian Boerger estudosteologicos@est.edu.br <p>Posfácio: Olhando para a frente: The Changing Faces of Lutheran Worship e os achados empíricos&nbsp;</p> 2024-03-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2024